Não tem jeito, o boleto bancário já faz parte da nossa cultura. É difícil de imaginar, mas outros países não possuem o hábito do boleto ou até mesmo o famoso parcelamento via cartão de crédito como forma de pagamento.
Podemos citar alguns motivos da preferência do brasileiro pelo boleto, entre eles a falta do cartão de crédito, o medo de fraude/clonagem ou também adiar a decisão de compra para uma data posterior. E é isso que está prejudicando grande parte do e-commerce no Brasil.

 

Dá para dizer que o boleto é o terror da conversão nas lojas virtuais. Segundo pesquisas, o pagamento de pedidos por boleto bancário varia entre 35% e 70%. Se considerarmos que na média 50% de todos os pedidos dos e-commerces do país são feitos através dessa forma de pagamento, isso pode significar uma grande perda na receita.

 

E como as lojas podem contornar essa experiência de quase venda? Temos duas opções e a escolha certa vai depender do progresso do seu negócio.
Para quem está começando, o mais indicado é ter um contato mais próximo com os clientes que solicitaram pagamento por boleto bancário. Telefone para esses clientes, pergunte se ficou alguma dúvida em relação ao pedido. Essa é a chance de estabelecer uma relação amigável entre marca e cliente. Pode não resolver o problema em 100%, mas aumentará a taxa de conversão do boleto e ainda irá gerar um diferencial na hora da decisão de uma compra futura.

E para quem já tem um e-commerce consolidado e com alto volume de vendas, tornando inviável a ligação para todos os clientes que fecharam o pedido por boleto? Nesse caso o melhor a fazer é automatizar.
Configurar uma sequência de e-mails ou SMS para lembrar o cliente de realizar o pagamento é o mais indicado, mas também é possível a emissão de uma segunda via do boleto ou a alteração para o pagamento via cartão de crédito depois do fechamento do pedido.

Esses são alguns métodos de contornar a baixa conversão dos boletos nas lojas virtuais. É uma das formas de pagamento mais populares por aqui e continuará sendo por muito tempo, por isso a única saída é a adaptação do seu negócio. Fique de olho no blog da Dracco para mais informações e dica sobre e-commerce e muito mais!