Já parou para pensar sobre os motivos que levam seus clientes a colocarem produtos no carrinho e não finalizarem o pedido? Não se assuste, esse problema é mais comum do que imagina.

De acordo com a Baymard Institute, a taxa de abandono de carrinho no e-commerce é de, em média, 69%. Muitas lojas virtuais já passaram por essa situação, e depois de uma certa análise na jornada de compra do cliente médio, elas conseguiram retomar grande quantidade da porcentagem perdida de carrinhos esquecidos.

Geralmente são pequenos detalhes que impedem a compra, e detalhes imperceptíveis por você durante os testes podem ser fator diferencial para o seu cliente decidir pela desistência. Veja abaixo os principais motivos para o usuário abandonar o carrinho de compras e como isso pode ser resolvido!

 

Problemas de navegabilidade – A UX é sua amiga no aumento de conversões.

Garanta que o seu site tenha uma navegação rápida e intuitiva em todas as páginas, assim o pedido do seu cliente sairá de forma mais fluída e definitiva.
Outra boa opção é a criação de uma página de lista de desejos. Com isso, evita-se que os produtos sejam colocados no carrinho sem necessidade.

 

Checkout – Cadastros breves e otimizados

Longos cadastros e uma infinidade de campos a serem preenchidos são um pesadelo para qualquer cliente que quer fazer uma compra rápida.
Otimize esse processo de checkout com algumas melhorias, como instalar plug-ins de preenchimento automático ou até mesmo a eliminação de alguns passos desnecessários.

 

Frete – Gatilho de compra decisivo na hora do checkout.

Coloque-se no lugar do cliente. Você acaba de colocar seus itens no carrinho e vai na opção de verificar o valor de frete. Aqueles momentos de tensão antes do número aparecer são decisivos, se o valor for mais alto que o esperado pode fazer o cliente desistir e, por consequência, deixar o carrinho cheio e abandonado.
Para resolver isso, algumas lojas inserem o valor de frete na página do produto. Caso esteja alto, o cliente desiste antes da adição no carrinho.
Outra opção disponível é a de valor mínimo para frete grátis, que pode atrair um ticket médio maior.

 

Formas de Pagamento – Diversas opções para perfis diferentes de clientes

Essa parte não tem segredo, apenas tenha o maior número de formas de pagamento.
Os métodos mais utilizados nas lojas virtuais são o cartão de crédito e o boleto, mas o importante aqui é trazer diferenciais no checkout.
Fazer um cadastro em gateways de pagamento externos, aceitar parcelamentos, transferências bancárias ou cartão de débito, são outras opções que os clientes estão recorrendo atualmente.

 

Ainda está com dúvidas sobre como melhorar a taxa de conversão do seu negócio? Entre em contato com a gente, temos a melhor solução para você!